13 de mar de 2013

PENNE AO MEU JEITO







História da Gastronomia Italiana
Quando se ouve falar em Itália, logo é associado às belezas das cidades e arte italiana. Mas, além disso, uma das características mais marcantes é a sua gastronomia.
A cozinha italiana esta entre as mais completas, ricas e deliciosas do mundo, principalmente por seus ingredientes característicos da gastronomia regional.
Essa diversidade de temperos e ingredientes é resultado da presença de vários povos que povoaram a península Itálica durante os séculos. Cada tipo de povo que habitava deixava seus traços culinários, deixando novos elementos e pratos para serem apreciados por pessoas do mundo todo.
Um dos povos que influenciaram fortemente a culinária italiana foi o povo árabe. Dessa cultura foi incorporada à cultura local, a utilização do açúcar, da canela, do arroz e da berinjela. Além disso, os árabes compartilharam também técnicas para produção de passas e figos secos.
A herança dos espanhóis iniciou-se no século XVII, quando estes traziam produtos trazidos do mundo ocidental (produtos até então não conhecidos no mundo do época). Tais produtos como feijão, tomate, milho, cacau, o rum e café.
Os franceses também puderam compartilhar um pouco de sua culinária no manuseio de utilização de derivados do leite (creme de leite e manteiga), na época de Napoleão Bonaparte. E também formas mais elaboradas de apresentação dos pratos.
Assim, então a culinária Italiana também se tornou “produto” de exportação, quando os imigrantes italianos vinham para América, inclusive Brasil, passando a divulgar seus deliciosos pratos, como spagetti ao sugo e pizza, pratos estes mais famosos de sua culinária.
É complicado falar da cozinha regional da Itália, pois além de diferença cultural gastronômica entre o norte e o sul, existem grandes diferenças até mesmo em cidades vizinhas. Diferenças essas históricas, devido a povos que passaram por ali, ou mesmo por causa do clima.
Ao norte da Itália, há grande predominância de produtos influenciados por franceses, húngaros e austríacos, com presença de produtos derivados do leite. Já ao sul, a influência árabe, onde há forte presença de molho de tomate e carnes. Nas regiões litorâneas, predominam o emprego de peixes, principalmente atum e peixe “spada”. Nas regiões montanhosas são fortes os “funghi” e as caças.
Não poderíamos falar da cozinha italiana sem falar da Cozinha Mediterrânea. A cozinha mediterrânea é presente principalmente nas ilhas da Sardenha e da Sicília e na parte meridional.
O sabor marcante dos pratos italianos requer estar acompanhando de um bom vinho que também seja marcante. Por isso, os italianos são rigorosos na escolha do vinho acompanhante.
Salames e deliciosos queijos são também itens que fazem parte de qualquer cozinha italiana e que são apreciados em qualquer parte do mundo.

 RECEITA;
PENNE  AO MEU JEITO
Ingredientes para 2 pessoas:
3 colheres de óleo de oliva
200 gramas de penne
1 cebola pequena cortada em cubos
200 gramas de carne moída
50 gramas de ervilhas
50 gramas de champingon
1 lata de pomodoro(tomate sem pele)
200ml creme de leite
1 caldo de carne
pimenta do reino a gosto
queijo parmesão a gosto
Modo de preparo: Coloque a agua para ferver com sal e enquanto isso, doure as cebolas, refogue a carne, acrescente o pomodoro, o caldo, ervilhas, champingon, sal a gosto e pimenta, deixe ferver ate cozinhar a carne, acrescente água se necessário, quando estiver pronto acrescente o creme de leite; Escorra a massa  e misture o molho; Polvilhe parmesão a gosto...

Nenhum comentário:

Postar um comentário